Início » Delegacia Virtual já atendeu 10,3 mil pessoas até julho em MS

Delegacia Virtual já atendeu 10,3 mil pessoas até julho em MS

por Redacao
0 comentário

No mês de julho a Delegacia Virtual (Devir) realizou 1.515 atendimentos à população de todo o Estado, de acordo com balanço mensal divulgado pela Polícia Civil. Conforme o levantamento, foram notificados 96 casos de furtos e 1.419 ocorrências de extravio. De janeiro até julho a Delegacia registrou 10.300 boletins de ocorrência. A Devir está disponível através do endereço eletrônico devir.pc.ms.gov.br .

“É um serviço rápido, prático e simples. Em média, o tempo para que o solicitante receba o boletim de ocorrência via e-mail é de 20 minutos. Este mesmo serviço em uma delegacia física não acontece em menos de uma hora, devido à grande demanda de atendimentos”, afirma o supervisor da Delegacia Virtual, Adilson Costa.

Segundo Adilson, investigadores especializados da Polícia Civil fazem o atendimento 24 horas por dia na Devir. “Até 2009 eram quatro passos para completar o B.O. Online, atualmente é necessário preencher apenas um formulário e em um minuto a ocorrência foi informada para a verificação da conformidade”, explica.

O balanço de todo o ano da Delegacia Virtual aponta que a grande maioria das ocorrências informadas através do canal é de extravio, representando 94% de extravio, outros 6% são ocorrências de furto. A Devir também atende a notificações de desaparecimento. A média de atendimento mensal é de 1.470 pessoas que deixam de ir a uma delegacia física e optam pelo atendimento online. “Somente em sete meses de 2010 já atendemos 10.300 pessoas, com isso a expectativa ponderada é de que até o final do ano sejam feitos 18 mil atendimentos”, antecipa Adilson.

“Na verdade, a procura pela Delegacia Virtual vem aumentando ano após ano. Em 2008 foram 5.109 atendimentos. No ano passado atendemos a 13.344 pessoas e este ano, somente até o sétimo mês já foram 10.300”, ressalta.

De acordo com o supervisor Adilson, é importante que o usuário da Devir preencha todos os campos do formulário de forma correta, principalmente o campo para contato, com telefone e e-mail. Para fazer a notificação, o usuário também deve ser maior de 18 anos.

“O Boletim de Ocorrência gerado pela Delegacia Virtual tem o mesmo valor jurídico dos boletins confeccionados nas outras 125 delegacias físicas espalhadas por todo o Estado. Também é importante ressaltar que o serviço está disponível para toda a população de Mato Grosso do Sul e para turistas que venham a precisar do serviço da Polícia Civil do Estado”, informa Adilson.

O supervisor afirma que a longo prazo a Devir deve se expandir para postos de autoatendimento em terminais rodoviários e no Aeroporto Internacional de Campo Grande. Um projeto piloto já está em andamento com três postos de autoatendimento na Delegacia de Pronto Atendimento à Comunidade (Depac).

“Além de facilitar o acesso à Delegacia Virtual para a população, os postos de autoatendimento ajudam a expandir o processo de inclusão digital, aguçam o interesse das pessoas de entender este processo que facilita o atendimento”, observa Adilson. De acordo com ele, o perfil dos usuários da Devir está se modificando, visto que anteriormente a classe A era maioria entre os solicitantes no ambiente da Delegacia Virtual. “Hoje os usuários representam todas as camadas sociais”, afirma. Atualmente, segundo Adilson, somente 15 Estados brasileiros disponibilizam delegacia em ambiente virtual. Em Mato Grosso do Sul a titularidade da Devir é do delegado Jefferson Nereu Luppe.

Você Pode Gostar

©1993-2023 – Gazeta do Pantanal