PMA de Aquidauana autua vigésimo segundo infrator por incêndios urbanos e rurais

A Polícia Militar Ambiental está desenvolvendo a operação “Prolepse” de prevenção aos incêndios em Mato Grosso do Sul, deflagrada desde o dia 22 de março. Nessa primeira fase o objetivo principal é de orientação, porém, a população tem denunciado veementemente as pessoas que provocam incêndios, especialmente, no perímetro urbano, até porque essas pessoas são prejudicadas diretamente nesses casos, porque normalmente são vizinhas do problema.

A população tem denunciado veementemente as pessoas que provocam incêndios – Foto: Divulgação

Dentro dos trabalhos da operação Prolepse, cujo o foco são os incêndios na área rural pantaneira, os incêndios urbanos também estão sendo prevenidos e combatidos como uma das metas da operação. Hoje (9) pela manhã, a vigésima segunda pessoa foi autuada. Os Policiais Militares Ambientais de Aquidauana receberam denúncias de moradores, reclamando da quantidade de fumaça, em razão de queima de resíduos de vegetação de limpeza de terrenos que era executada pelo morador de uma residência no centro da cidade.

Uma equipe compareceu ao local e flagrou o infrator de 39 anos, residente em Anastácio, que havia colocado fogo em diversos montes com restos de galhadas e folhas. A equipe ordenou e auxiliou na extinção do incêndio. O incendiário foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 400,00. Ele foi orientado sobre os problemas relativos ao uso do fogo.

Esta foi a vigésima segunda pessoa autuada por incêndio desde o dia 23 de março pela PMA de Aquidauana, nos municípios de Aquidauana e Anastácio durante a operação “Prolepse” de prevenção aos incêndios em Mato Grosso do Sul. 21 foram autuadas por incêndios urbanos e uma por incêndio rural em pastagem.

Sem Comentarios

2010 © Gazeta do Pantanal - Campo Grande - MS - www.gazetadopantanal.com