Quartel do Corpo de Bombeiros de Bonito será entregue em julho

As modernas instalações do quartel do Corpo de Bombeiros, em construção pelo Governo do Estado, se sobressaem na entrada da cidade de Bonito. A obra é uma reivindicação antiga da região e proporcionará maior segurança à população, agregando valor ao turismo e a política estadual e municipal de sustentabilidade ao proteger com maior eficiência as unidades de conservação que compõe a Serra da Bodoquena.

Com mais de 75% da obra concluída, a unidade suprirá a demanda regional por maior infraestrutura em serviços técnicos de combate e prevenção ao fogo, orientações de segurança e socorro humano, além de garantir a implantação do 8º Subgrupamento do Corpo de Bombeiros de Bonito. Com prazo de entrega de três meses, o empreendimento é mais um investimento (R$ 3,1 milhões) do Estado no município.

Estrutura moderna e sustentável: quartel terá 1.200m² de área construída, na entrada da cidade – Foto: Divulgação

A presença do governo em Bonito, com obras de infraestrutura viária, dando suporte ao turismo e ao agronegócio, e programas destinados ao bem-estar da população, representa mais de R$ 140 milhões aplicados a partir de 2015. O governador Reinaldo Azambuja afirmou que os investimentos são frutos de um trabalho que envolveu medidas duras e até impopulares e de uma gestão que prioriza os 79 municípios sem distinção partidária.

“Optamos por fazer um governo responsável, reduzindo os gastos com o próprio governo. Isso nos permitiu manter os investimentos nas obras prioritárias e lançar o Governo Presente, que até o fim de 2022 vai injetar mais R$ 4,2 bilhões nos municípios”, disse.

Projeto inovador

A implantação da unidade militar agilizará o atendimento aos 21,7 mil moradores da Capital do Ecoturismo, que atualmente precisam recorrer ao Corpo de Bombeiros de Jardim – localizado a 55 quilômetros de distância. A presença dos bombeiros em Bonito implica em um tempo de resposta operacional melhor, além de executar as atividades técnicas de hotéis, restaurantes e balneários para melhor assegurar os turistas.

Atualmente, a empresa executora, a Gomes & Azevedo, deu início a fase de pintura, calçamento do estacionamento e acabamento. A cobertura da garagem das viaturas foi implantada com revestimento de painéis em AMC (alumínio composto, do inglês Aluminum Composite Material), cujo material proporciona um bom desempenho térmico e acústico e resistência à corrosão, informou o engenheiro da obra, Lucas Eduardo Kerber.

O projeto tem um primoroso acabamento visual, com amplo uso de vidros e revestimentos de fachada em alumínio da cor vermelha, que conferem um destaque para o edifício localizado na entrada da cidade. Na arquitetura do edifício, o destaque fica com a orientação solar, iluminação natural, conforto térmico e conformidade com a legislação municipal e necessidades operacionais das atividades que serão desenvolvidas.

O bloco administrativo contará com recepção, sanitários, copa, almoxarifado, sala de análise e sala de vistoria/expediente. No primeiro andar serão construídos sanitários, sala do estado maior integrado, assessorias e sala do comandante com lavabo. Já o bloco operacional terá uma ampla garagem coberta de 313m² para até cinco caminhões e sala de reserva operacional para guarda de equipamentos.

O bloco de alojamentos terá sala de descanso e refeições, sanitários, cozinha, lavanderia e os alojamentos, com vestiários masculinos e femininos para sargentos, cabos, soldados e oficiais – que abrigam até 22 bombeiros. A estrutura de 1.200 m² abrigará ainda pátios de manobra, estacionamentos para 21 automóveis com vagas para pessoas com deficiência e idosos, calçadas acessíveis e paisagismo com amplas áreas permeáveis.

Sem Comentarios

2010 © Gazeta do Pantanal - Campo Grande - MS - www.gazetadopantanal.com