Consórcio responsável em construir ponte da Rota Bioceânica será conhecido na próxima semana

Com deságio de 5% e 8%, dois consórcios compostos por empresas brasileiras e paraguaias vão disputar a licitação para construir a ponte sobre o rio Paraguai que ligará as cidades de Porto Murtinho e Carmelo Peralta.

O valor orçado da obra é de US$ 97,7 milhões e será financiado pela Usina Hidrelétrica de Itaipu. Jaime Verruck, secretário da Semagro, acompanhou a abertura dos envelopes. Para ele esse é um passo importante, fundamental para a conclusão da Rota Bioceânica.

Verruck acredita que na próxima semana já seja divulgado o nome do vencedor da licitação, para que os procedimentos de início das obras sejam tomados.

Conforme o projeto, a ponte terá um comprimento de 680 metros, com 380 metros de luz livre, 22 metros de altura, duas torres com 100 metros de altura, viadutos de 150 metros em ambos os lados e pilares de luz a cada 30 metros. A estrutura terá duas pistas de rolagem de veículos de passeio e caminhões, com 12,5m de largura, além de duas passagens nas laterais, com 2,5m cada uma, para o trânsito de pedestres e ciclistas.

Sem Comentarios

2010 © Gazeta do Pantanal - Campo Grande - MS - www.gazetadopantanal.com