TRIBUNAL DE CONTAS-SINDROME DE DOW_ABRIL 2024

 

Início » Turistas devem deixar R$ 680 mi em Salvador durante a Copa de 2014

Turistas devem deixar R$ 680 mi em Salvador durante a Copa de 2014

por Redacao
0 comentário

Durante a XXVIIª Reunião do Fórum Estadual de Turismo, que aconteceu no Hotel Golden Tulip na manhã desta sexta-feira (30/07) o secretário de Turismo, Antonio Carlos Tramm, apresentou as expectativas do Estado neste segmento para o ano de 2014, quando o país sediará a Copa do Mundo. Só a capital deverá receber 759 mil turistas nos meses de junho e julho, representando aumento de 114% de visitantes comparado com o mesmo período de outros anos, que deixarão cerca de R$680 milhões em Salvador durante a copa.

Para isso, o poder público, juntamente com a iniciativa privada, aproveitou o evento para apresentar os investimentos e projetos que proporcionarão uma boa recepção aos visitantes estrangeiros e também nacionais. Até 2017 a iniciativa privada terá investido cerca de US$ 5,9 bilhões em empreendimentos turísticos como hotéis e resorts que, em sua maioria, já estarão em funcionamento em 2014.

No entanto, presidente do Sindicato dos Hotéis, Silvio Pessoa, destacou que é preciso melhorar a estrutura de mobilidade urbana de Salvador, sobretudo melhorando o sistema de transporte de massa e destacou que os principais equipamentos hoteleiros de Salvador serão reestruturados para atender as demandas do mundial de 2014. A capital baiana conta com 35 mil leitos e o litoral norte com outros 15 mil chegando a 50 mil, número exigido pela FIFA para as cidades-sede da Copa.

Já o governo do Estado iniciou o planejamento para o turismo focado na infraestrutura, atração de empreendimentos privados, marketing e ações promocionais, qualificação profissional e requalificação da estrtutura receptiva. “Nesse primeiro momento, estamos priorizando as ações de implantação de infraestrutura turística em Salvador, Baía de Todos-os-Santos e Litoral Norte” pontua o secretario de Turismo, Antonio Carlos Tramm.

Segundo ele, serão investidos cerca de US$ 90 milhões do Prodetur Nacional para a construção e reforma de atracadouros,terminais náuticos e marinas, assim como uma rodovia no entorno da BTS.

Quanto a qualificação profissional, serão feitas parcerias entre o poder público e a Abrasel, entidade que representa os bares e restaurantes, o Sindicato dos Hotéis e a Federação Nacional dos Guias de Turismo. A capacitação inclui 100 bares e restaurantes de Salvador, de acordo com  Luiz Henrique do Amaral, presidente regional da Abrasel.

A promoção do destino Bahia ficará sob a responsabilidade da Bahiatursa. Emilia Silva, presidente da instituição, explica que, primeiro serão trabalhados os países que tem voos diretos para Salvador com frequência diária como Estados Unidos, Portugal e Argentina. Em seguida serão priorizados aqueles que têm linhas semanais a exemplo de Itália, Espanha e Alemanha.

 Mercado e Eventos

Você Pode Gostar

©1993-2023 – Gazeta do Pantanal