TRIBUNAL DE CONTAS-SINDROME DE DOW_ABRIL 2024

 

Início » Coligação “A Força do Povo” lança mais de 100 candidatos

Coligação “A Força do Povo” lança mais de 100 candidatos

por Redacao
0 comentário

“Respeito por você” é o lema da campanha da aliança que dá sustentação à chapa Zeca do PT/Tatiana Azambuja ao governo do Estado, denominada A FORÇA DO POVO. Ao todo, concorrem mais de 100 candidatos pela aliança, integrada por oito partidos: PT – PV – PDT – PP – PCdoB – PSL – PRP e PSDC. É a mais forte conjugação política liderada por Zeca do PT em disputas pelo governo do Estado, não só pela quantidade, mas pela representatividade dos partidos e pela densidade eleitoral dos candidatos.

A aliança vitoriosa em 1998, denominada “Movimento Muda Mato Grosso do Sul”, era integrada por seis partidos: PT – PDT – PPS – PAN – PSB e PCdoB.

Em 2002, Zeca se candidatou à reeleição e conseguiu reunir também oito partidos na coligação “O Novo Mato Grosso do Sul”, porém com exceção do PT e PL, as demais podiam ser consideradas siglas pequenas: PSL – PTN – PSC – PSDC – PSD e PCdoB.

O PT contribui com a chapa majoritária indicando o candidato a governador, Zeca do PT, o candidato a senador, Delcidio do Amaral e a suplente de senadora, Gilda dos Santos.

O PDT fortalece a chapa com o candidato a senador Dagoberto Nogueira, deputado federal de destaque, tendo sido líder do PDT na Câmara e o único de Mato Grosso do Sul a integrar a lista dos mais influentes do Congresso Nacional, segundo o Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar).

A adesão do PV trouxe à aliança a candidata a vice-governadora Tatiana Azambuja, advogada, professora de Direito e produtora rural, que contempla ao mesmo tempo a região de Dourados, a classe ruralista e a mulher.

Ao PP coube indicar o segundo suplente de Dagoberto Nogueira, o pastor evangélico, ex-vereador e empresário Raimundo Nonato.

Na disputa pelas oito vagas à Câmara Federal a aliança lança apenas uma chapa, com 24 candidatos. Já na eleição para as 24 cadeiras da Assembleia Legislativa, a aliança se divide em três chapas – PT e PP, PDT e PSL, PV – PCdoB – PRP e PSDC – e lança 72 candidatos.

Entre os candidatos a deputado federal estão nomes como Antônio Carlos Biffi (PT), Antônio Cruz (PP) e Vander Loubet (PT), que concorrem à reeleição; João Grandão, ex-deputado federal pelo PT, Moacir Abreu, presidente do PCdoB; e Valdir Cardoso (PSL).

Quatro deputados estaduais – Amarildo Cruz, Paulo Duarte, Pedro Kemp e Pedro Teruel, todos do PT – tentam a reeleição; os vereadores de Campo Grande Cabo Almi (PT), Taís Helena (PT), Marcelo Bluma (PV), Paulo Pedra (PDT) e Alcides Bernal (PP), os ex-prefeitos Felipe Orro (Aquidauana, do PDT), Laerte Tetila (Dourados, do PT), o ex-vice-governador George Takimoto (Dourados, do PSL), Alceu Bueno (PSL), são alguns nomes que disputam vagas na Assembleia Legislativa.

O tempo de rádio e televisão da aliança soma 16 minutos e 15 segundos, divididos em dois blocos.

Você Pode Gostar

©1993-2023 – Gazeta do Pantanal