TRIBUNAL DE CONTAS-SINDROME DE DOW_ABRIL 2024

 

Início » Sebrae/MS promove 1º Encontro das Organizações da Sociedade Civil em Miranda

Sebrae/MS promove 1º Encontro das Organizações da Sociedade Civil em Miranda

por Redacao
0 comentário

Por meio do programa Cidade Empreendedora, executado pelo Sebrae/MS em parceria com a Prefeitura, lideranças de organizações recebem apoio para melhorar elaboração de projetos e angariar recursos – Foto: Divulgação

A ação faz parte das iniciativas do programa Cidade Empreendedora no município e visa auxiliar lideranças na arrecadação de recursos para ações de impacto social

Para orientar lideranças locais sobre estratégias de captação de recursos para projetos de interesse público, nessa terça-feira (20), ocorreu o 1º Encontro das Organizações da Sociedade Civil (OSC), na Câmara Municipal de Miranda, promovido pelo Sebrae/MS, em parceria com a Prefeitura Municipal, por meio do programa Cidade Empreendedora.

O encontro contou com a participação de diversas organizações atuantes no Pantanal, região emblemática e de relevância ambiental, onde ações de apoio social são fundamentais. “Esta é uma ação relacionada ao Plano de Desenvolvimento Econômico feito para Miranda, por meio do Cidade Empreendedora. A prefeitura está mobilizando as organizações para que elas possam realizar projetos em prol da sociedade e queremos ajudá-las nesse processo. Esse foi o primeiro encontro do grupo e vamos selecionar representantes para participaremde capacitações voltadas a captação de recursos”,explica a analista técnica do Sebrae/MS, ThainaraFelix Durso.

Com a realização do curso, o intuito é apresentarferramentas para ampliar a sustentabilidade financeira das organizações e o impacto social das iniciativas realizadas, estimulando o protagonismo das comunidades. As OSC’s são entidades sem fins lucrativos que desempenham um papel fundamental na promoção de direitos sociais, conscientização socioambiental e combate à exclusão social, especialmente no atendimento às pessoas em situação de vulnerabilidade.

Segundo o assessor especial da Prefeitura de Miranda, Carlos Salmão Rodrigues Segapa, a realização desse trabalho por meio do Cidade Empreendedora é um passo importante para o município. “Trabalho nessa área há mais de 40 anos, e sempre foi nosso sonho realizar esse primeiro encontro. Miranda já identificou 78 entidades organizadas, mas só agora, com a parceria do Sebrae estamos conseguindo tirar projetos do papel e colocar em prática. Acredito que este encontro e o curso de captação de recursos que vem aí contribuirão significativamente para melhorar as condições das associações, que agora têm o suporte da prefeitura e do Sebrae”, destacou.

Por meio das ações do Cidade Empreendedora, as lideranças presentes puderam aprender sobre como elaborar projetos, identificar fontes de financiamento e estabelecer parcerias estratégicas para viabilizar iniciativas. Para o presidente da Associação Indígena da Aldeia Moreira Miranda (AITAM), Marcelo Francisco Pereira, o conhecimento é a chave para melhorar as condições de vida da comunidade. “Esse apoio do Sebrae, trazendo orientação e cursos, é fundamental para nós, porque temos a associação na mão para poder trabalhar e buscar benefícios para a nossa comunidade, que é carente, mas muitos presidentes não têm conhecimento”, relatou.

Segundo a professora Sônia Bezerra Nogueira, participar do evento como uma das representantes da Associação de Mulheres do Assentamento do Pombaí, trouxe esperança de melhorar a renda das associadas, que trabalham em sua maioria com artesanato e culinária, de maneira informal. “A gente tem vontade de alavancar as atividades, dar emprego para os jovens e para as mulheres,principalmente, e precisamos de melhorias, mas não sabíamos exatamente onde buscar isso. Hoje ficoubem claro como podemos fazer isso e esse próximo curso que virá vai deixar a gente mais à vontade para poder buscar esses recursos que a gente nem sabia como acessar”, revelou.

Já Fernando José Rodrigues Belo, da Associação Rural do Vale do Rio Miranda, pontuou que as atividades realizadas no município serão fundamentais também para evitar que as boas iniciativas se percam por falta de planejamento e recursos. “Os projetos existem, as pessoas têm ideias, têm todo o capital humano, mas não tem nem o recurso e nem um projeto específico para realizarisso. Então, é extremamente importante se organizar para ter um êxito na obtenção de recursos e tambémpara a formatação e execução dos projetos”,ressaltou.

Mais informações sobre o programa Cidade Empreendedora podem ser obtidas pelo número 0800 570 0800 ou por meio do site cidadeempreendedora.ms.sebrae.com.br.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Sebrae/MS

Você Pode Gostar

©1993-2023 – Gazeta do Pantanal