Início » IFMS firma acordo para ter emissora de rádio educativa

IFMS firma acordo para ter emissora de rádio educativa

Compromisso faz parte da expansão da Rede Nacional de Comunicação Pública (RNCP). Transmissões terão início em até dois anos

por Redacao
0 comentário

Acordos de cooperação foram assinados nesta quarta-feira, 6, no Palácio do Planalto – Foto: Moacir Evangelista/Conif

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) firmou nesta quarta-feira, 6, acordo de cooperação com a Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) para implantação do primeiro canal de rádio educativa da instituição.

O documento foi assinada pelo reitora Elaine Cassiano, pelo ministro-chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom/PR), Paulo Pimenta, e pelo presidente substituto da EBC, Jean Lima, em solenidade realizada no Palácio do Planalto, em Brasília (DF).

“Com este ato, o IFMS se torna parte de um dos maiores esforços de expansão da comunicação pública na história do Brasil. Participar deste movimento é importante já que o público que atendemos, por nossa característica de atuação, consome grande parte das informações por meio de rádio”, afirma Elaine.

Além do IFMS, outros 15 institutos federais assinaram o acordo que permite a implantação de rádios educativas em todo o país, totalizando novas emissoras em 49 municípios. Em Mato Grosso do Sul, o canal foi consignado para o município de Campo Grande.

“Nossa emissora de rádio será mais um canal institucional de comunicação, possivelmente o de maior capilaridade entre o público que atendemos, para promover as ações, projetos e serviços que o IFMS oferece. Será também um espaço para ser utilizado por outras instituições, sempre como foco na comunicação pública”, prevê a reitora.

Paulo Pimenta classificou a expansão da Rede Nacional de Comunicação Pública (RNCP) como “uma verdadeira revolução que estamos realizando na construção dessa rede de comunicação brasileira com universidades e institutos [federais]”.

“Vamos constituir uma potente rede de comunicação pública e democrática com as universidades e os institutos federais, ajudar a sociedade brasileira a enfrentar o negacionismo e a desinformação”, pontua.

A implantação das novas emissoras dos IFs foi articulada pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec), do Ministério da Educação (MEC), juntos aos reitores e demais entes que tratam da comunicação pública.

Implantação – O IFMS solicitou à EBC um canal de Classe de FM C, cujo valor estimado de estruturação é de cerca de R$ 300 mil, considerando o investimento em equipamentos de estúdio, transmissor e antena.

A EBC vai oferecer apoio ao IFMS, o que inclui a elaboração de estudos técnicos e projetos de engenharia, termos de referência e interlocução com o Ministério das Comunicações (MCom) e com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para o licenciamento da estação.

“A assinatura deste acordo foi condicionada ao apoio da EBC para a estruturação e início das operações. Somente assim poderemos implantar nossa rádio sem prejudicar outras demandas institucionais, como os refeitórios nos campi e cobertura de nossas quadras”, diz Elaine.

As rádios veicularão programação local, dos próprios institutos e universidades federais, e conteúdos da TV Brasil, Rádio Nacional e Rádio MEC. O conteúdo será cedido pela EBC, sem ônus, aos institutos parceiros.

“Além da infraestrutura para operação de um canal de rádio, iremos discutir de forma ampla o modelo de gestão e governança do canal, que inclua desde o comitê editorial, modelos de participação e produção de conteúdo e formas de tornar a emissora financeiramente sustentável em médio prazo”, avalia a reitora do IFMS.

Ainda não há data para entrada em funcionamento do canal, mas o acordo prevê até dois anos para o início das transmissões.

RNCP – A Rede Nacional de Comunicação Pública é, atualmente, integrada por 41 emissoras FM e 70 estações de TV em operação.

Além das emissoras vinculadas aos instituto federais consignadas nesta quarta-feira, 6, em outubro deste ano, 33 universidades federais assinaram acordos com a EBC visando a operação de mais de 70 novas estações. Instituições de ensino públicas estaduais e municipais também estão interessadas em aderir à RNCP.

Novas emissoras

Instituto Federal Quantidade de canais
IFRN 01
IFCE 01
IFMS 01
IFS 10
IFSP 02
IFPR 18
IFNMG 03
IFSULDEMINAS 01
IFAL 03
IFES 01
IFC 01
IFPB 01
IFRO 02
IFRJ 01
IF Sul-rio-grandense 01
IFMG 02

Você Pode Gostar

©1993-2023 – Gazeta do Pantanal