Governo_Dengue_Fevereiro

 

Início » Oficina Ortopédica Itinerante vai atender mais de 80 pacientes em Bonito

Oficina Ortopédica Itinerante vai atender mais de 80 pacientes em Bonito

por Redacao
0 comentário

Além dos pacientes de Bonito, a Oficina também vai atender os pacientes da microrregião – Jardim, Guia Lopes, Caracol, Bela Vista e Porto Murtinho – Foto: Divulgação

Bonito recebe até nesta sexta-feira (1º) a Oficina Ortopédica Itinerante, que disponibiliza gratuitamente, OPM (Órtese, Prótese e Meios auxiliares de locomoção) para a comunidade. Os atendimentos acontecem no CER (Centro de Especialidades em Reabilitação), para pacientes pré-agendados. A previsão é de que 83 pessoas passem pela consulta com a equipe especializada da oficina, para levantamento das necessidades, como medição para elaboração de próteses, por exemplo. Além disso, 36 aparelhos, que já foram solicitados pela equipe do CER de Bonito, serão entregues aos pacientes.

Além dos pacientes de Bonito, a Oficina também vai atender os pacientes da microrregião – Jardim, Guia Lopes, Caracol, Bela Vista e Porto Murtinho. A ação é realizada pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), por meio da Rede da Pessoa com Deficiência, CER IV/APAE (Centro Especializado em Reabilitação/Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Campo Grande e em parceria com as secretarias municipais de saúde.

Conforme a gerente da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência da SES, Juliana Medeiros, a Oficina Ortopédica Itinerante é habilitada pelo Ministério da Saúde, com calendário e organização aprovados em CIB (Comissão Intergestores Bipartite) desenvolvido pela SES a fim de aproximar o serviço especializado ao usuário do SUS no interior do estado.

O resultado dos atendimentos especializados na avaliação, prescrição e dispensação de OPM (Órtese, Prótese e Meios auxiliares de locomoção), pode ser visualizado e sentido pelo usuário do SUS com o aumento da sua capacidade funcional, conforto e qualidade de vida. “Outro fator não quantificado, mas de grande importância é o retorno as atividades educacionais e de formação profissional das pessoas com deficiência, facilitada pelo uso de OPMs”, explica Juliana.

A Oficina Ortopédica Itinerante visa ampliar o acesso e qualificar o atendimento às pessoas com deficiência no SUS com foco na organização da Rede de Atenção à Saúde, percorrendo as microrregiões do estado com uma unidade móvel que realiza consultas e a concessão de meios auxiliares de locomoção às pessoas com deficiência físico-motora através do SUS.

No ano de 2023, entre os meses de janeiro e agosto, a Oficina Ortopédica Itinerante percorreu os municípios de Corumbá, Caarapó, Três Lagoas, Paranaíba, Ponta Porã, Naviraí, Aquidauana, Coxim, Jardim, Nova Andradina, Dourados, Cassilândia e Rio Brilhante, totalizando 2.137 pacientes atendidos.

Entre os produtos confeccionados e entregues estão: órteses, próteses, coletes, botas, palmilhas, cadeiras de rodas, de banho, muletas, bengalas e andadores. Para ter acesso aos serviços, a pessoa deverá previamente estar inserida na regulação SISREG (Sistema de Regulação). Fonte: Ascom

Você Pode Gostar

©1993-2023 – Gazeta do Pantanal