TRIBUNAL DE CONTAS-SINDROME DE DOW_ABRIL 2024

 

Início » Corumbá defende região pantaneira na Conec

Corumbá defende região pantaneira na Conec

por Redacao
0 comentário

Corumbá exerceu papel importante na articulação de representatividade dos municípios do interior – Foto: Divulgação/PMC

O município de Corumbá saiu com saldo bastante positivo da IV Conferência Estadual de Cultura, realizada entre os dias 20 e 22 de novembro, em Campo Grande.

No relatório final, as propostas defendidas pela delegação corumbaense foram recepcionadas durante os seis grupos de trabalhos divididos em eixos temáticos, conforme orientação nacional. Dessas, a maioria foi aprovada em Plenária Geral na manhã desta quarta-feira, 22, comprovando o excelente trabalho de mobilização feito durante a Conferência Municipal de Cultura realizada entre os dias 1º e 2 de setembro.

“A expressiva participação de Corumbá na Conferência Estadual reforça, na prática, o discurso que somos o celeiro da cultura em Mato Grosso do Sul. As políticas culturais aqui desenvolvidas reforçaram a articulação dos setores culturais e suas representatividades, levando nossas demandas para os cenários estadual e nacional” disse Joilson Silva da Cruz, diretor-presidente da Fundação da Cultura e do Patrimônio Histórico de Corumbá.

Além das propostas originárias de Corumbá integrarem a relação daquelas que partirão para a Nacional, muitas outras foram recepcionadas para debate da revisão do Plano Estadual de Cultura e do Sistema Estadual de Cultura.

Com uma das maiores delegações em número de participantes, Corumbá exerceu papel importante na articulação de representatividade dos municípios do interior, levantando, inclusive, a regionalização pelas vagas de delegados para Conferência Nacional de Cultura, prevista para março de 2024.

Entre os membros governamentais e não-governamentais, Corumbá conseguiu eleger cinco delegados para a Nacional, além de uma suplente, perfazendo 40% do total da delegação enviada à Capital, que foi composta por 15 agentes culturais.

Presente à Conferência Estadual, a presidente do Conselho Municipal de Política Cultural de Corumbá, Márcia Rolon, eleita como uma das delegadas nacionais, avaliou a participação da delegação corumbaense como forte e potente.

“Momento de debate democrático e de olhar para o presente lançando um salto para o futuro da política pública cultural. Na capital, mostramos toda a força da fronteira e do pantanal! Somos muito potentes, e, com união, conseguimos emplacar propostas que saíram da nossa Conferência Municipal e será colocada em votação nas instâncias estadual e nacional”, disse Márcia.

Confira os delegados eleitos de Corumbá para a Conferência Nacional de Cultura:

Titulares:
Arturo Ardaya (sociedade civil)
Dário Ferreira Sousa Neto (sociedade civil)
José Gilberto Rozisca (representante governamental)
Karina Andrade Santos Caetano (sociedade civil)
Márcia Rolon (sociedade civil)

Suplente:
Luziangela da Silva Borges (sociedade civil)

Você Pode Gostar

©1993-2023 – Gazeta do Pantanal