Início » Flávio Dino anuncia R$ 200 milhões para segurança pública do Mato Grosso do Sul

Flávio Dino anuncia R$ 200 milhões para segurança pública do Mato Grosso do Sul

Verba contempla a construção de 4 novos presídios no Estado e a entrega de viaturas para a delegacia da mulher

por Redacao
0 comentário

Ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino e o governador Eduardo Riedel (PSDB) com entrega de recursos – Foto: Henrique Kawaminami/Campo Grande News

O ministro da Justiça, Flávio Dino (PSB), anunciou nesta 2ª feira (28.ago.2023) o repasse de R$ 200 milhões para a área de segurança pública do Estado do Mato Grosso do Sul. O valor contempla a construção de 4 novos presídios, a entrega de viaturas exclusivas para o combate à violência contra a mulher e investimentos do Fundo Nacional de Segurança Pública.

Durante coletiva de lançamento, Dino reforçou que o montante entregue corresponde, entre outros pontos, à responsabilidade que o governo do Mato Grosso do Sul cumpre na Operação Hórus. Trata-se de uma ação contínua de combate ao crime organizado nas fronteiras do Brasil, em uma parceria do governo federal com 12 Estados.
“Eles entram com os recursos humanos, e nós patrocinamos com diárias e o aporte para esses policiais que ajudam as forças federais”, afirmou o ministro.

Dino entregou o valor de R$ 35.334.706,88 para a segurança pública do Estado durante o pronunciamento. Disse também que o montante equivale à metade do orçamento para o Mato Grosso do Sul. Os 50% restantes deverão ser transferidos até o fim deste ano.

Além disso, serão entregues 8 viaturas para o combate a violência contra a mulher e 69 viaturas para uso da Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública).

O orçamento anunciado integra 2 programas do Ministério da Justiça: o Pronasci II (Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania II) e o PAS (Programa de Ação na Segurança).

Dino tem anunciado a verba dos projetos ao longo dos últimos dias em cada Estado brasileiro. A partir disso, o chefe da pasta vislumbra um “sistema único de segurança pública”, em uma analogia ao SUS (Sistema Único de Saúde), do Ministério da Saúde.

“Estamos, na prática, pela 1ª vez na história brasileira, construindo um sistema único de segurança pública. E como se faz? Não apenas com lei, mas se faz, sobretudo, com presença e articulação com os Estados”, afirmou. Fonte: 360

Você Pode Gostar

©1993-2023 – Gazeta do Pantanal