TRIBUNAL DE CONTAS-SINDROME DE DOW_ABRIL 2024

 

Início » Expectativas dos empresários de MS são mais otimistas que as dos industriais de outros Estados do País

Expectativas dos empresários de MS são mais otimistas que as dos industriais de outros Estados do País

por Redacao
0 comentário

O Índice de Confiança do Empresário Industrial em Mato Grosso do Sul (ICEI/MS), em junho, alcançou a marca de 64,8 pontos, isto é, 9,5% superior a média histórica nacional do ICEI para o período que é de 59,2 pontos, confirmando que os industriais sul-mato-grossenses continuam otimistas com relação à economia estadual e nacional, conforme aponta a Sondagem Industrial realizada mensalmente pelo Radar Industrial da Fiems junto às empresas do Estado para mostrar a evolução da produção, utilização da capacidade instalada, estoque de produtos finais, compras de matérias primas e as expectativas dos empresários para os próximos seis meses.

Segundo o Radar da Fiems, o destaque em Mato Grosso do Sul ficou por conta da manutenção da elevada confiança dos empresários industriais em relação ao comportamento esperado para as economias brasileira, sul-mato-grossense e das condições de desempenho da própria empresa, que apresentaram índices de equivalentes a 64,2, 64,6 e 69,0 pontos, respectivamente. Ainda pelo levantamento, os indicadores estão muito acima da linha divisória dos 50 pontos, que é o valor de referência e a partir do qual há a sinalização de empresários industriais confiantes.

Com relação à Sondagem Industrial, a produção industrial, no mês de maio, também apresentou expansão, quando comparado com o mês anterior, com o índice alcançando a marca de 57,8 pontos. Em relação à utilização da capacidade instalada (UCI) o indicador, no mês, ficou em 55,1 pontos, indicando, que a utilização foi superior ao usual para o período, na avaliação dos empresários industriais consultados. Já na análise das expectativas para a demanda por seus produtos nos próximos seis meses, os industriais sul-mato-grossenses mantiveram-se otimistas.

No que diz respeito ao índice relacionado às aquisições de matérias-primas, ele ficou em 48,5 pontos, ainda abaixo da linha divisória dos 50 pontos, indicando retração das compras. Porém, em um patamar melhor em relação mês passado, quando o índice apurado foi de 46,1 pontos. Por fim, o índice relativo ao estoque alcançou, em maio, a marca de 46,9 pontos, apresentando um ajuste em relação ao período anterior, quando o resultado observado foi de 57 pontos.

Esse percentual indica, deste modo, que a quantidade de produtos finalizados na indústria sul-mato-grossense esteve ligeiramente abaixo dos níveis planejados para o período. Contudo, segundo o levantamento do Radar Industrial da Fiems, em um patamar mais próximo dos 50 pontos, que é o indicativo da adequação entre os níveis planejados e observados para o estoque de produtos finalizados.

Você Pode Gostar

©1993-2023 – Gazeta do Pantanal