Bandidos roubam três aviões do Aeroclube de Aquidauana

Um bando composto por cerca de 18 criminosos, roubou na madrugada desta segunda-feira (6), três aeronaves que estavam no hangar do Aeroclube de Aquidauana. No ataque, os bandidos renderam o vigia e seus filhos.

Testemunhas afirmaram que todos os criminosos trajados de preto, vestindo balaclavas e portando armas, invadiram o aeroporto e renderam as três pessoas que faziam a segurança dos galpões no momento. Eles empurraram os aviões dos hangares até as bombas de combustível mais próximas e ameaçaram os reféns para que abastecessem os veículos. Em seguida, a quadrilha se dividiu e ocupou três aeronaves, momento em que levantaram voo e fugiram.

As aeronaves pertencem ao cantor Almir Sater, ao pecuarista Zelito Ribeiro, irmão do prefeito de Aquidauana Odilon Ribeiro e ao ex-prefeito José Henrique Trindade – Foto: Divulgação

Os aviões pertencem ao cantor Almir Sater, ao pecuarista Zelito Ribeiro, irmão do prefeito de Aquidauana Odilon Ribeiro e ao ex-prefeito José Henrique Trindade. Os modelos e matrículas dos aviões subtraídos são: Bonanza V35B PT-ING, Cessna 182 PT-DST e Cessna 182 PT-KDI.

Equipes da Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco) de Campo Grande estão no local.

O delegado Jackson Frederico Vale, titular da 1ª Delegacia de Polícia município, acompanhou a movimentação no local do crime agora pela manhã e deu mais detalhes sobre o ocorrido. Ele contou que não foram encontrados rastros de veículos por perto que apontassem um possível ponto de desembarque da quadrilha. A suspeita é de que eles tenham seguido a pé em direção ao aeroclube. Eles vieram da Vila 40 e arrebentaram a cerca para acessar a pista.

Além disso, as pessoas que estavam no local durante o crime disseram que os autores falavam com forte sotaque espanhol. A polícia acredita que os criminosos sejam traficantes bolivianos ou paraguaios e que muito provavelmente roubaram as aeronaves para fazer o transporte aéreo de drogas na fronteira.

Ainda não há informações sobre o paradeiro dos aviões roubados. Um equipamento que poderia auxiliar na localização seria o transponder, presente em todas as aeronaves para responder a sinais de rádio enviados por estações e controladores de voo em aeroportos. Contudo, ele precisa ser ligado pelo piloto para que seja possível fazer o rastreio. Com informações do Enfoquems

Sem Comentarios

2010 © Gazeta do Pantanal - Campo Grande - MS - www.gazetadopantanal.com