Jornalista Leo Veras foi assassinado pelas costas em Pedro Juan Caballero

O jornalista Leo Veras jantava com seu filho, sua esposa e seu sogro quando foi assassinado por uma dupla de pistoleiros, no quintal de casa, em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, cidade fronteiriça com Ponta Porã. Conforme a polícia do Paraguai, a maioria dos 12 tiros que ceifaram sua vida foram disparado pelas costas.

O diário Paraguaio ABC Color informa em reportagem que os criminosos chegaram à casa do jornalista, no Jardim Aurora, em uma caminhonete branca. Os dois pistoleiros, fortemente armados, usavam capuz. O motorista ficou na caminhonete.

Leo Veras foi assassinado no quintal de casa – Foto: Reprodução

O Ministério Público do Paraguai já designou uma equipe de promotores para investigar a execução. Os bandidos entraram facilmente na casa, porque o portão estava aberto.

Durante o jantar com a família, Veras saiu correndo dos criminosos, mas a tentativa foi em vão. Ele chegou a ser socorrido, levado para o hospital Viva Vida, mas morreu 18 minutos depois de ter recebido socorro.

Apesar de os pistoleiros usarem capuz, a polícia do Paraguai informou que já tem suspeitas sobre quem são os criminosos.

Com nacionalidade brasileira e paraguaia, Veras era proprietário do site Porã News, que veiculava notícias da fronteira, em português e em espanhol. Com informações do Correio do Estado

Sem Comentarios

2010 © Gazeta do Pantanal - Campo Grande - MS - www.gazetadopantanal.com