Wakalua chega ao Brasil para fomentar startups de turismo

A iniciativa inédita no país foi lançada durante abertura da 1ª Semana Nacional do Turismo

Ações de inovação vinculadas ao setor do turismo e a promoção da gastronomia brasileira serão o mote de duas iniciativas inéditas lançadas, nesta terça-feira (3), pelo Ministério do Turismo. Entre as novidades estão a chegada do Wakalua, que terá no Brasil sua primeira unidade na América do Sul; e a realização do Programa Nacional de Gastronomia, que identificará potencialidades para consolidar o Brasil como um dos principais atrativos turísticos do gênero. O lançamento dos dois projetos marcou a abertura da Semana Nacional do Turismo, em Belo Horizonte (MG).

Presente na cerimônia, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, destacou o trabalho realizado pela Pasta para trazer novidades como essas. “Mostramos que o Brasil merece e vive esse novo momento e precisamos realmente que o Wakalua se estabeleça no Brasil. Isso vai ser fundamental para que a gente consiga trazer soluções tecnológicas e de inovação para o Turismo do Brasil e do Mercosul”, afirmou o ministro.

Álvaro Antônio destacou ainda a importância de Belo Horizonte para a culinária brasileira. “Estamos lançando também o Programa Nacional de Gastronomia aqui em Belo Horizonte, que foi a cidade reconhecida pela Unesco como Cidade Criativa na gastronomia. Não teria melhor lugar para isso”, finalizou.

Durante a abertura, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, pontou a importância de eventos como esse para o estado e para o país. “É uma satisfação enorme presenciar e participar deste momento para o turismo do Brasil. Isso dinamiza a economia e incentiva as pessoas a viajarem. O Governo Federal está totalmente proativo no que diz respeito ao turismo”, concluiu.

Cerimônia de abertura da 1ª Semana Nacional do Turismo, em Belo Horizonte – Foto: Roberto Castro/Mtur

A especialista em inovação e transformação digital da OMT, Natalia Baquero, reconheceu a potência do Brasil para o turismo mundial. “Estar no Brasil hoje é como estar na minha casa. Em nome da OMT, digo que hoje é um dia especial. É a primeira vez que se realiza uma Semana Nacional do Turismo, ainda mais em um país tão potente”, elogiou.

O primeiro destino a receber algumas das ações do Wakalua, em abril de 2020, será a cidade de Florianópolis (SC). Entre os eventos previstos para a capital catarinense está a realização do Tourism Tech Adventures (TTA). Ainda durante o ano que vem, será realizada uma competição nacional de startups de turismo e a definição da sede do hub do projeto no Brasil.

Na abertura, também foi assinado um convênio, junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA), no valor de R$ 3,7 milhões para a restauração do barco Benjamim Guimarães. Um dos principais atrativos turísticos da região Norte de Minas, a embarcação é um vapor construído em 1913, nos Estados Unidos, que navegou pelo rio Mississipi e, posteriormente, em rios da Bacia Amazônica.

PROGRAMA NACIONAL DE GASTROMOMIA – Parceria entre o Ministério do Turismo, a Organização Mundial do Turismo (OMT) e o Sebrae, o projeto identificará potencialidades para consolidar o Brasil como um dos principais atrativos turísticos do gênero no mundo. O objetivo é buscar uma transformação no turismo gastronômico do Brasil.

De acordo com dados da Demanda Turística Internacional, realizada pelo Ministério do Turismo, a gastronomia brasileira foi aprovada por mais de 95% dos estrangeiros que vieram ao Brasil em 2018. “Não poderia haver um lugar melhor para esse lançamento do que Belo Horizonte, reconhecida este ano, pela Unesco, como cidade criativa no segmento de gastronomia”, comentou o ministro Marcelo Álvaro Antônio.

WAKALUA BRASIL – O hub global promove suas ações por meio de colaborações público-privadas em diversas regiões do mundo, envolvendo startups, investidores, corporações, governos, instituições não-governamentais e academia vinculados ao setor do turismo. O Wakalua tem como parceiros fundadores a Globalia, um dos grandes grupos de turismo da Espanha e América Latina, e a Organização Mundial de Turismo (OMT), agência da ONU especializada que promove o turismo responsável, sustentável e universalmente acessível.

O Wakalua desenvolve programas realizados para seus parceiros estratégicos em várias vertentes. Sua primeira iniciativa de grande abrangência foi a competição global de startups de turismo, a OMT Tourism Startup Competition, que está atualmente em sua segunda edição. Em sua primeira competição global de startups de turismo, participaram projetos de 133 países.

Sem Comentarios

2010 © Gazeta do Pantanal - Campo Grande - MS - www.gazetadopantanal.com