Indígenas de Miranda recebem gradeamento de terras para o plantio da próxima safra

O prefeito de Miranda, Edson Moraes (Patriota) determinou ao Secretário de Agricultura, Ney Carlos Pinheiro que fosse realizado o serviço de gradeamento e preparo das áreas indígenas localizadas no município.

aldeia Babaçu foi uma das primeiras a receber os serviço – Foto: Arquivo

A comunidade terena da aldeia Babaçu foi uma das primeiras a receber os serviços. Lá foram gradeados cerca de 80 hectares de terras, atendendo aproximadamente 64 famílias. Lagoinha, outra comunidade que também já recebeu as benfeitorias, foram gradeadas 30 hectares, atendendo a solicitação de mais de 30 famílias que vivem na aldeia.

Os trabalhos também já foram iniciados nas comunidades de Morrinho e Argola. O trabalho tem como objetivo garantir o preparo da terra para o plantio e, produção da próxima safra.

Os indígenas tem como meio de subsistência o plantio e comercialização de produtos como; milho, mandioca; abóbora, feijão de corda, maxixe, dentre outros. Os produtos, normalmente são comercializados na feira livre da cidade.

“Todas as demais comunidades indígenas vão receber o serviço de gradeamento. Essa é dos um compromissos que a administração tem como a comunidade indígena de Miranda ” destacou Ney Pinheiro.

Sem Comentarios

2010 © Gazeta do Pantanal - Campo Grande - MS - www.gazetadopantanal.com