Ossadas de 227 crianças sacrificadas encontradas no Peru

Arqueólogos encontraram em Pampa La Cruz, no Peru, ossadas de 227 crianças que teriam sido sacrificadas em um ritual com a finalidade de minimizar as catástrofes naturais relacionadas com o El Niño, informou a Agência France Presse. Os cadáveres pertencem a menores com idades entre os 4 e os 14 anos.

Civilização Chimú é a responsável por rituais que tinham como finalidade acalmar El Niño – Foto: Reprodução

A Civilização Chimú é a responsável por estes sacrifícios: “Até agora, encontramos os restos mortais de 227 crianças sacrificadas pela cultura Chimú”, disse o arqueólogo Feren Castillo, citado pela agência, acrescentando que “este é o maior local onde restos de crianças sacrificadas foram encontrados”.

As ossadas têm entre 1200 e 1400 anos. Foram encontrados em uma posição “virada para o mar”.

Já em junho de 2018 tinham sido encontrados cadáveres de 58 crianças na mesma região.

A agência compartilhou imagens dos trabalhos dos arqueólogos na rede social Twitter.

Agence France-Presse

?@AFPespanol

Un equipo de arqueólogos descubrió los restos de 227 niños ofrecidos en un ritual de la cultura precolombina Chimú, en la costa norte de Perú. Puede ser el hallazgo más grande de sacrificios de infantes del mundo http://u.afp.com/J2ta 

Vídeo incorporado

130 pessoas estão falando sobre isso

Sem Comentarios

2010 © Gazeta do Pantanal - Campo Grande - MS - www.gazetadopantanal.com