Senadora eleita em MS garante portas abertas à agropecuária

Quero me colocar à disposição, de portas abertas. Almoçarei todas as terças-feiras junto à Frente Parlamentar da Agropecuária. Com esta afirmação a senadora eleita, Soraya Thronicke, abriu sua participação na reunião com diretoria da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul (Aprosoja/MS), nesta segunda-feira (3), na sede do Sistema Famasul.

Juliano Schmaedecke, apresentou o formato das discussões em Brasília, no que tange a agricultura,para senadora Soraya Thronicke – Foto: Divulgação

“Estou à disposição da agropecuária. Vocês, mais do que ninguém, tem a solução. Tem sempre uma assessoria parlamentar aqui dentro, e vocês sabem o que está faltando exatamente, então eu peço para que me ajudem a andar” pontuou Soraya. “Existem problemas de todas as ordens. Eu creio que seja possível me ajudarem na elaboração da solução”, completou.

As demandas da diretoria da Aprosoja/MS foram apresentadas por agricultores de diferentes regiões do Estado. Logística (ferrovia e rota bioceânica), crédito rural, orçamento do Ministério da Agricultura, seguro rural, segurança jurídica e segurança na fronteira, foram algumas das solicitações da classe produtora.

Direcionando a fala à senadora eleita o presidente da Associação, Juliano Schmaedecke, apresentou o formato das discussões em Brasília, no que tange a agricultura. “A Aprosoja/MS é o braço agrícola do Sistema Famasul. Gostaríamos de ter a liberdade de levar as demandas, problemas e soluções, relacionadas ao nosso setor. Contamos com a senadora para que seja a nossa voz. A FPA é de extrema importância, somos uma das duas Aprosojas que tem cadeira no IPA – Instituto Pensar Agro. Estamos mensalmente em Brasília, levando demandas e segurando problemas que acontecem por lá”, esclareceu ao sinalizar que o IPA, por agregar cerca de 42 instituições ligadas ao agro, colabora muito para as decisões que tramitam no legislativo. “As decisões que saem de lá, saem mais debatidas e esclarecidas, de forma que alcancemos decisões equilibradas”, finalizou.

Por fim, Soraya esclareceu participa e acompanha a agropecuária e assegurou que se empenhará para garantir o direito de propriedade. Com informações da assessoria

Sem Comentarios

2010 © Gazeta do Pantanal - Campo Grande - MS - www.gazetadopantanal.com