Evento com show de Almir Sáter e Geraldo Espíndola é cancelado

A inauguração do monumento da Maria Fumaça, idealizado pela Prefeitura de Campo Grande, marcado para acontecer nesta quarta-feira (10), foi cancelado.

Obra é homenagem a antiga estação ferroviária de Campo Grande – Foto: Ascom PMCG

No evento estavam previstos shows gratuitos com Almir Sáter e Geraldo Espíndola, no entanto, as fortes chuvas registradas desde o início da tarde prejudicaram o término da estrutura necessária para comportar os convidados.

Conforme informação divulgada pela superintendência de comunicação do Executivo Municipal, ainda não há nova data para inauguração. O monumento é parte do projeto Orla Ferroviária que passou por uma requalificação para receber bicicletários, totens com QRCode, wifi livre, equipamentos esportivos, playground e habitações de interesse social.

A  Maria Fumaça está localizada na Avenida Calógeras próximo ao cruzamento com a Avenida Mato Grosso. A obra tem 5 metros de altura, 20 de comprimento e cerca de 20 toneladas e ficará suspensa em um balanço que dará a impressão que ele levantará vôo.

No local, também funcionará um totem com QRCode com um texto informativo, produzido pelo professor Paulo Cabral, do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul.

Essa primeira entrega está sendo realizada com as parcerias da Plaenge, que comprou e instalou a Locomotiva, do Fort Atacadista, responsável pelo paisagismo; da Solurb, que está colocando as lixeiras e instalou o contêiner para a Guarda Municipal, além de ter feito a pintura do pontilhão da Antônio Maria Coelho. A Engepar foi parceria ao fazer o transporte da Maria Fumaça. E por fim, o Jardim Japonês será realizado pela Colônia Japonesa. Com informações do Correio do Estado

Sem Comentarios

2010 © Gazeta do Pantanal - Campo Grande - MS - www.gazetadopantanal.com