Suspeito que ateou fogo na mulher e filha deve responder por tentativa de feminicídio e incêndio criminoso

A Polícia Civil deve indiciar por tentativa de feminicídio e incêndio criminoso, o homem de 33 anos suspeito de atear fogo na esposa, de 28, e na filha de 1 ano e meio. O caso aconteceu na tarde de quarta-feira (12), na residência da família, no bairro São Conrado.

Casa onde mãe e filha foram queimadas em Campo Grande MS — Foto: Reprodução/TV Morena

Conforme a delegada Jenniffer Estevão de Oliveira, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), o suspeito alegou que ia fazer um bife na chapa quando um acidente ocorreu. No entanto, em depoimento informal ao Corpo de Bombeiros, a vítima ressaltou que estava amamentando, quando o suspeito jogou o líquido inflamável e fogo nela e na criança.

Em seguida, o homem foi novamente questionado e confessou que discutiu com a esposa e depois ateou fogo nela utilizando tiner. A mulher, que está grávida de 3 meses, estava na cama com a filha. As vítimas estão na Santa Casa, sendo a mãe com queimaduras em 40% do corpo e a filha com ferimentos de 2° grau nos pés.

Segundo o hospital, a bebê está na área verde do pronto-socorro infantil com queimaduras de segundo grau nos pés e tornozelo. Está consciente, orientada e internada pela cirurgia plástica. A mãe está internada no centro de tratamento de queimaduras, tem ferimentos nos braços e pernas e está consciente. Com informações do G1

Comente esta noticia...

2010 © Gazeta do Pantanal - Campo Grande - MS - www.gazetadopantanal.com