‘Império’ do principal suspeito da morte de Marielle começa a ruir

miliciano Orlando de Oliveira Araújo, o Orlando da Curicica, tem desfeito parte relevante de seu patrimônio desde que foi apontado como principal suspeito pelo assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista dela Anderson Gomes. Segundo reportagem do jornal ‘O Globo’, ele tem colocado imóveis à venda, abandonado antigos pontos de suporte da milícia pelos últimos 15 anos.

Orlando de Oliveira Araújo colocou parte de seus imóveis à venda, abandonado antigos pontos de suporte da milícia pelos últimos 15 anos – Foto: Reprodução

“Curicica não está numa situação tranquila. Está respondendo a quatro processos, se encontra longe da família e, para protegê-la, está devolvendo tudo que tomou dos rivais. Ele está dando os anéis para ficar com os dedos e as mãos”, disse um dos investigadores da execução de Marielle.

Com o caixa reduzido, Orlando está vendendo pouco a pouco suas propriedades. Um dos casos é um sítio em Vale das Pedrinhas, que estava no nome da ex-mulher dele, Thais Ferreira Bahiense Rodrigues. Segundo a reportagem, o local em Jacarepaguá serviu de esconderijo para o miliciano, onde Curicica discutia negócios com sua quadrilha. Também foi neste o local que dois membros do grupo dele foram assassinados, suspeitos de traição.

Sem Comentarios

2010 © Gazeta do Pantanal - Campo Grande - MS - www.gazetadopantanal.com