Zé Teixeira lamenta morte de produtor rural e pede justiça igualitária

O deputado estadual Zé Teixeira (DEM) usou a tribuna durante sessão desta quarta-feira (8/8) para lamentar a morte do produtor rural Antonio Biagi Neto, 65 anos, que, de acordo com a Polícia Civil, foi morto a pauladas, vítima de latrocínio (roubo seguido de morte).

Zé Teixeira exigiu justiça em relação ao assassinato do produtor rural Antonio Biagi

O corpo de Biagi foi encontrado em um canavial na Rodovia MS-156, entre Caarapó e Amambai. “Nossa fé para que possamos construir um país melhor cai a cada dia”, declarou o deputado que ainda disse que, segundo a polícia, o autor seria Julião Cavalheiro, de 20 anos, morador da aldeia Amambay, que foi preso após bater a picape Fiat Strada de Antonio Biagi.

De acordo com o parlamentar, a polícia teria constatado outros crimes por parte do indígena. “Matar alguém a pauladas e ter outras mortes atribuídas a ele, mas fica aí solto? Isso é muito triste, lamento muito pela família. Porém, o que peço é que a justiça seja feita para todos. Sabemos que qualquer coisa que envolva indígenas é de competência federal, mas quero deixar registrada minha indignação pela morte desse produtor e peço um Brasil em que todos sejamos iguais em direitos e obrigações”, finalizou Zé Teixeira.

Sem Comentarios

2010 © Gazeta do Pantanal - Campo Grande - MS - www.gazetadopantanal.com