Alexandre de Moraes vai decidir se Puccinelli fica ou não na prisão

O pedido de liberdade do ex-governador André Puccinelli (MDB), do filho André Puccinelli Junior e do advogado João Paulo Calves, foi redistribuído e está com o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Agora, o ministro deve decidir se o trio fica ou não na prisão.

Pedido de liberdade foi redistribuído e está com o ministro do Supremo – Foto: Divulgação

O habeas corpus foi redistribuído nesta terça-feira (7), depois de quase uma semana do pedido estar concluso à presidência do Supremo. Segundo o advogado de Calves, André Borges, a defesa não tem como escolher o relator. “A distribuição do pedido de habeas corpus é sempre nos critério do Supremo”, comentou.

Borges comentou ainda esperar que o ministro avalie com rapidez o pedido de liberdade. “Esperamos que o ministro avalie rápido o pedido e dê provimento ao recurso”, afirmou.

A princípio, o caso tinha sido encaminhado para o ministro Dias Toffoli, no dia 31 de julho enquanto o tribunal estava de recesso, mas depois foi distribuído para a presidente do Supremo, ministra Carmen Lúcia

O trio está preso desde o dia 20 de julho. Calves está no Presídio Militar de Trânsito, sendo que Puccinelli e o filho estão no Centro de Triagem, ambos no Jardim Noroeste.

Eles são investigados pelo Ministério Público Federal e foram presos pela Polícia Federal. O pedido de prisão do MPF é baseado em provas apreendidas pela Polícia Federal na 5ª fase da Operação Lama Asfáltica, Papiros de Lama, no fim de 2017. Com informações do Correio do Estado

Comente esta noticia...

2010 © Gazeta do Pantanal - Campo Grande - MS - www.gazetadopantanal.com