Ação educativa alerta população durante o Dia Mundial do Pedestre em Corumbá

Nos primeiros seis meses de 2018, 53 pessoas deram entrada nos serviços de urgência e emergência de Corumbá vítimas de atropelamento. Os dados do setor de Doenças e Agravos Não Transmissíveis (DANT), ligado à Secretaria Municipal de Saúde, mostram que, apesar do trabalho intenso realizado pela Prefeitura e parceiros, ainda falta conscientização de muitos condutores e pedestres na cidade.

Ação aconteceu no cruzamento das ruas Frei Mariano e Delamare (Foto: Gisele Ribeiro/PMC)

Por isso, a Agência Municipal de Trânsito e Transporte (AGETRAT) celebrou o Dia Mundial do Pedestre, comemorado nesta quarta-feira, 8 de agosto, com uma grande ação educativa no Centro da cidade. No cruzamento das ruas Frei Mariano e Delamare, um dos mais movimentados de Corumbá, várias atividades foram realizadas para chamar a atenção dos transeuntes.

Um tapete vermelho foi estendido no cruzamento das vias, uma forma de valorizar as pessoas que buscam a forma correta e menos arriscada de atravessar a rua. Panfletos informativos foram entregues inclusive aos motoristas, enquanto palhaços e o Farolito, mascote da AGETRAT, também incentivavam a utilização da faixa.

“Nossa intenção é de conscientizar os pedestres e os condutores sobre a faixa de pedestres. Quem está a pé precisa usa-la e não se arriscar pelo meio da rua, e quem está motorizado precisa respeita-la”, afirmou o diretor-presidente da Agência Municipal de Trânsito e Transporte, Sicard Maciel de Barros.

De acordo com o supervisor da Educação para o Trânsito da AGETRAT, Jeferson Braga, a falta de respeitos às Leis de Trânsito já fizeram duas vítimas fatais neste ano. “A conscientização é o principal caminho para reduzirmos o numero de acidentes envolvendo pedestres”, comentou. Desde o mês passado, a AGETRAT tem reforçado a pintura das faixas e lombadas em várias regiões.

Dia Mundial

A Organização Mundial da Saúde (OMS) é um órgão da ONU que preocupa-se com as condições de vida e saúde das pessoas ao redor do mundo. Foi a OMS quem liderou a proposta de tornar o período entre 2011 e 2020 uma década focada em diminuir a violência no trânsito.

Entre os principais esforços desta década está um tema que contribui muito com as demandas do Dia Mundial do Pedestre: reduzir as mortes no trânsito. Além de reconhecer a data, de 8 de agosto, ela promove as Semanas Globais de Segurança nas Ruas, que tentam transformar a vida no trânsito em algo mais tranquilo para todas as pessoas. Com informações da assessoria

Comente esta noticia...

2010 © Gazeta do Pantanal - Campo Grande - MS - www.gazetadopantanal.com