TCE libera a continuidade do processo licitatório da iluminação em Campo Grande

Com a decisão do Tribunal do Contas, de liberar a continuidade  do processo licitatório, a Prefeitura de Campo Grande  espera,  dentro de 20 dias,  assinar os contratos  com as empresas para manutenção da iluminação pública,  o que aumentará de 9 para 21 o número de equipes.

A concorrência foi suspensa por liminar do TCE/MS  no último dia 14 de marco,  um dia depois de  publicado o resultado das propostas vencedoras e das empresas inabilitadas.

A Prefeitura de Campo Grande  espera, dentro de 20 dias, assinar os contratos

Segundo a Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos, as quase três semanas até a assinatura da ordem de serviço  levam  em conta os cinco dias úteis (a contar da nova publicação do resultado) de prazo para apresentação de recursos. Se não houver nenhuma contestação, os contratos serão elaborados e as empresas convocadas para assinatura e ordem de serviço.

Atualmente, são apenas nove equipes, cinco de empresas ainda com saldo dos contratos antigos (para atender duas regiões urbanas) e quatro com pessoal da própria Sisep.  A Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos calcula que  quando toda estrutura de pessoal e equipamentos estiver estar  nas ruas,  será possível trocar  8 mil lâmpadas queimadas por mês e num prazo de 120 dias, a demanda de solicitações represadas nos  seis meses seja atendida. Desde setembro, quando terminaram os contratos de cinco regiões urbanas, o trabalho ficou prejudicado. Em média, só 3 a 4 mil lâmpadas estão sendo repostas.

Licitação

A concorrência da iluminação atraiu 10 empresas, o que reduziu em 29,07% o valor de referência, de R$ 15.686.676,60 para R$ 11.125.627,50, projetando uma economia de R$ 4.561.049,50 ao longo dos 12 meses de vigência dos contratos. O certame, iniciado em setembro de 2017, foi retardado por recursos judiciais dos participantes.

Resultado por região urbana

 

Anhanduizinho –  Construtora JLC Ltda(vencedora)

Valor de referência – R$ 2.849.710,60

Proposta final – R$ 1.990.962,60

Redução de 30,11% – R$ 857.748,00

Bandeira – Construtora JLC Ltda (vencedora)

Valor de referência – R$ 2.350.710,60

Proposta vencedora – R$ 1.642.415,00

 

Redução de 30,13% – R$ 708.295,60

Centro –Construtora JLC Ltda (vencedora)

Valor de referência –  R$ 2.131.209,00

Proposta vencedora – R$ 1.488.727,00

Redução de 30,14% — R$ 642.482,00

Imbirussu- Construtora B& C Ltda

Valor de referência – R$ 2.089.035,00

Proposta vencedora – R$ 1.566.446,80

Redução de 25% – R$ 522.588,200

Lagoa – Construtora B & C Ltda

Valor de referência – R$ 2.074.977,00

Proposta vencedora – R$ 1.514.001,90

Redução de 27,03% – R$ 560.975,10

Prosa – Construtora B & C Ltda

Valor de referência – R$ 2.117.151,00

Proposta vencedora – R$ 1.477.458,55

Redução de 30,21% – R$ 639.692,45

Segredo – Construtora B & C Ltda

Valor de referência – R$  2.074.977,00

Proposta vencedora – R$ 1.445.615,15

Redução      30,33%¨-   R$ 629.361,85

Sem Comentarios

2010 © Gazeta do Pantanal - Campo Grande - MS - www.gazetadopantanal.com