Produtor é multado em R$ 36,9 mil e terá que recuperar área tomada por erosões em Coxim

Um produtor rural foi multado em R$ 36.961 por conta de degradação ambiental na fazenda dele, em Coxim, a 257 quilômetros de Campo Grande. Segundo a Polícia Militar Ambiental (PMA), ele ainda terá que recuperar a área.

Conforme a PMA, na fazenda há diversas voçorocas, conectadas entre si e que correm para um curso d’água que corta a propriedade. As erosões surgiram devido à retirada de vegetação e plantio de pastagem para o gado, sem a devida conservação do solo, que é obrigatória.

Voçorocas causadas pelo má uso do solo, em fazenda de MS (Foto: PMA/ Divulgação)

Em outro ponto da fazenda, uma represa que havia sido construída sem o devido licenciamento ambiental se rompeu. A situação causou mais degradações e também erosão de margem, afetando as áreas de matas ciliares do córrego.

A PMA determinou a interdição da área, para proteção e recuperação, com proibição de atividades agrícolas e pecuárias. O infrator também foi notificado a apresentar projeto de recuperação de área degradada e alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental.

O pecuarista, residente em Umuarama (PR), poderá responder por crime ambiental, com pena prevista de um a quatro anos de reclusão. Com G1

Sem Comentarios

2010 © Gazeta do Pantanal - Campo Grande - MS - www.gazetadopantanal.com